FAÇA AS MALAS

Quando ir?

A melhor época do ano é o verão, entre outubro e março, quando o Sol brilha por 20 horas no continente. Nessa época, as temperaturas estão mais amenas, com médias em torno dos 5º.C, baixando a não menos que 10 graus negativos. Isso em condições “normais”. Não raro, ventos provocam rebuliços climáticos em poucos minutos, trazendo chuvas e até pequenas nevascas.


Que roupa levar?

As mesmas que se utilizam no inverno, em um centro de esqui, por exemplo. Casacos corta-vento e calça impermeáveis, sapatos de trekking, gorros, luvas, vários pares de meias e peças que possam ser sobrepostas, principalmente calças e blusas térmicas. Detalhe importante: como a Antártida está bem abaixo da camada de ozônio, óculos escuros e protetor solar são obrigatórios para se proteger de queimaduras. Botas para neve costumam ser fornecidas pelas agências.


Qual o período mínimo de estada?

Para um cruzeiro, com travessia da Passagem de Drake, recomenda-se pelo menos 10 dias. No caso dos voos a partir de Punta Arenas, pede-se uma disponibilidade de pelo menos quatro dias ao viajante. Isso para garantir a “janela” (mínimo de seis a sete horas de bom tempo e condições apropriadas para decolagem e pouso), que às vezes não se abre na data marcada. Segundo o subgerente comercial da Aerovías DAP, Nicolás Paulsen, 60% das viagens são realizadas no primeiro dia, 80% entre o primeiro e o segundo e o restante entre o terceiro e quarto. “Só um percentual irrisório passa disso”, garante.


Como chegar?

A parceria TAM/LAN (www.tam.com.br / www.lan.com) oferece voos de ida e volta do Recife a Punta Arenas para a próxima temporada (começando em outubro), a partir de R$ 1.200 mil, em média. A SkyAirline (www.skyairline.cl) é outra opção de voo interno dentro do Chile, com trechos de Santiago a Punta Arenas desde R$ 200.
Para Ushuaia, a passagem de ida e volta fica a partir de R$ 1.800, também pela TAM. Pela Gol, o trecho Recife-Buenos sai a partir de R$ 1.155. De Buenos Aires a Ushuaia, pela Aerolineas Argentinas (www.aerolineas.com.ar), são mais R$ 1.200.


Quem leva?

A Aerovías DAP (www.aeroviasdap.cl) dispõe de dois programas a partir de Punta Arenas. O de um dia inclui: coquetel de boas-vindas no dia anterior à viagem para avanço informativo sobre o passeio e os cuidados no ambiente antártico; voos de ida e volta de Punta Arenas à Ilha Rei George; visitas às bases científicas russa e chilena; visita a Villa Las Estrellas; caminhada pela praia; e navegação em bote Zodiac à Ilha Ardley para visita à colônia de pinguins. Custa US$ 3.960. Já o programa com pernoite contempla todas as atividades anteriores e mais a navegação ao glaciar Collins, onde está instalado um ice camp; hospedagem no acampamento; visita a outras bases científicas; caminhada a uma colônia de lobos-marinhos e outras atividades que as condições climáticas permitam. O valor é de US$ 4.960.

A Qualitours Cruises & Tours (www.qualitours.com.br) oferece cruzeiros da Compagnie Du Ponant, nos navios LAustral e Le Boréal com partida e retorno para Ushuaia e duração de 11 a 16 dias. Custa entre US$ 8.018 e US$ 12.265. A temporada vai de 20 de novembro a 22 de fevereiro. Também há a opção de viajar pela companhia Seabourn, no navio Seabourn Quest. A temporada vai de novembro a janeiro e os trajetos são de 21 ou 24 dias com saída de Valparaíso e retorno a Buenos Aires. Custa de US$ 14.999 a US$ 17.999.