RODOVIÁRIOS:

“máquinas” sem manutenção

Eles não são máquinas. Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário de passageiros está em quarto lugar entre as profissões com mais comunicações de acidentes de trabalho em Pernambuco. Dores, estresse e problemas de saúde. Tudo isto faz parte do cotidiano dos motoristas e cobradores. E do seu também.

14000

Este é o número de motoristas, cobradores e fiscais de ônibus que compõe o sistema de transporte público coletivo do Grande Recife.

1015

Foi a quantidade de comunicações de afastamentos por doenças, entre 2012 e 2017, no setor, de acordo com o Observatório do MPT.

71 %

Dos afastamentos dos rodoviários foram causados por doenças relacionadas às atividades laborais.

Expediente

1 de maio de 2018

Diretoria

Laurindo Ferreira
Diretor de Redação do Jornal do Commercio
Maria Luiza Borges
Diretora de Conteúdos Digitais do SJCC
Beatriz Ivo
Diretora de Jornalismo da Rádio e TV Jornal

Edição

Diogo Menezes
Editor Executivo
Elton Ponce
Editor JC Online

Conteúdo

Mayra Cavalcanti
Concepção e reportagem
Bruno Vinícius
Reportagem
Nathália Macêdo
Reportagem

JC Imagem

Arnaldo Carvalho
Editor executivo
Heudes Regis
Editor Assistente
Bobby Fabisak
Fotógrafo
Guga Matos
Fotógrafo
Alexandre Gondim
Fotógrafo

Design

Bruno Falcone Stamford
Editor de Artes
Karla Tenório
Editor Assistente de Artes
Moisés Falcão
Coordenador de Design Digital
Luciana Lobo
Design
Thiago Lucas
Ilustração