Nigéria

Surpresa nas Copas de 1994 e 1998, quando chegou nas oitavas de final e mostrou um futebol vistoso, a Nigéria tenta repetir as boas campanhas dos anos de 1990. O time conta jogadores com experiência internacional, como Victor Moses (Chelsea) e Ibi Mikel, atualmente no futebol chinês, mas com passagem pela Premier League. Além da dupla, Musa defende o CSKA Moscou e Iheanacho o inglês Leicester - ambos são atacantes. Nas Elikinatíorias, a Nigéria superou a tradicional seleção de Camarões, a Zâmbia, e a Argélia, do carque Riyad Mahrez, campeão inglês com o Leicester há duas temporadas.


Participações em Copas: seis

Títulos: nenhum

Nas Eliminatórias: 1º do Grupo B

Artilheiro: Victor Moses (3 gols em 4 jogos)

Ranking da Fifa: 47º

Time-base: Ezenwa; Shehu, Ekong, Balogun e Echiejile; Obi Mikel, Ndidi, Onazi, Victor Moses e Iwobi; Musa.

Técnico: Gernot Rohr

Todos os convocados:

Goleiros: Ezenwa (Enyimba-NIG), Akpeyi (Chippa United-AFS) e Uzoho (La Coruña-ESP);

Defensores: Ekong (Bursaspor-TUR), Balogun (Mainz-ALE), Omeruo (Kasimpasa-TUR), Idowu (Amkar Perm-RUS), Awaziem (Nantes-FRA), Shehu (Bursaspor-TUR), Echiejile (Brugge-BEL) e Ebuehi (Den Haag-HOL);

Meio-campistas: John Obi Mikel (Tianjin Teda-CHN), Onazi (Trabzonspor-TUR), Ogu (Hapoel Beer Sheva-ISR), Ndidi (Leicester-ING), Etebo (Las Palmas-ESP) e Joel Obi (Torino-ITA);

Atacantes: Ighalo (CC Yatai-CHN), Musa (CSKA-RUS), Victor Moses (Chelsea-ING), Alex Iwobi (Arsenal-ING), Iheanacho (Leicester-ING) e Nwankwo (Crotone-ITA).