EPISÓDIO 1: O NOSSO UFC

O primeiro episódio da série Interior casca-grossa vai mostrar como a Zona da Mata e o Agreste pernambucano acolheram de braços abertos os eventos de MMA (artes marciais mistas, sigla em inglês) e, consequentemente, os sonhos de lutadores do Estado. Atletas que acreditam que as vitórias conquistadas por lá possam ser capazes de levá-los ao “distante” UFC, o campeonato que reúne a elite mundial da modalidade. O torneio norte-americano, que completa 20 anos no dia 12 de novembro de 2013, também tem influência direta sobre o público. As pessoas comparecem aos ginásios esperando encontrar o mesmo glamour que veem pela TV. No entanto, não perdem o entusiasmo ao se depararem com os improvisos dos eventos na região. O primeiro episódio ainda vai mostrar o que acontece nas pesagens pelo Agreste e Zona da Mata, bem aquém da grandiosidade do UFC.

Nos próximos três episódios da série você vai saber como o MMA feminino vem crescendo com suas raízes fincadas no Agreste e na Zona da Mata de Pernambuco. Também verá os riscos de morte que correm os atletas que se aventuram nos octógonos da região. Por fim, conhecerá a história de estrelas do MMA no interior que não precisam entrar no octógono para distribuir socos e pontapés. Abaixo, veja galeria de fotos com momentos marcantes dos eventos no Agreste e na Zona da Mata:

Veja a galeria de fotos

  • Na véspera do CFC 3, em Carpina, a pesagem dos lutadores é realizada dentro de um bar

  • Atleta posa para as fotos na pesagem do CFC 3 diante de alguns poucos curiosos

  • Antes de subir ao octógono em Carpina, Sérgio Diniz (PE) passa pela revista do árbitro

  • Sem cadeiras, o público é obrigado a acompanhar de pé o evento em Toritama, no fim de agosto

  • Janderson Chapinha (PE) faz seu aquecimento em um vestiário improvisado. Não havia sequer luz elétrica

  • Encarada tensa na pesagem do GFC 16, em Toritama

  • Torcida comparece em bom número a uma academia de musculação de Toritama para acompanhar a pesagem do GFC 16

  • Lutador Daniel Pé de Monstro leva tatuado na pele o seu amor pelas artes marciais

  • Márcio Cabral (PE) aplica chute frontal em uma das melhores lutas do GFC 16, em Toritama

  • Público acompanha o CFC 3, em Carpina, na área vip