Um Santa bem reformulado

Campeão da Copa do Nordeste de 2016, o Santa Cruz irá disputar a edição 2018 com um elenco totalmente reformulado em relação a temporada passada. Além dos atletas oriundos da base, apenas o lateral-direito Vitor, o volante João Ananias e os atacantes Augusto e Grafite permaneceram na equipe. A direção coral precisou trabalhar e buscou mais 14 nomes que estavam no mercado. Outra grande aposta do Tricolor do Arruda é o técnico Júnior Rocha, de 36 anos, que irá para o maior desafio da carreira. No futebol profissional, ele apenas defendeu o Luverdense durante cinco temporadas com um intervalo no ano passado para uma passagem no Novo Horizontino no Campeonato Paulista.

 

Apostando na juventude com uma pequena dose de experiência, o Santa Cruz contratou o goleiro Tiago Machowski, o lateral-direito Rafinha, o lateral-esquerdo Paulo Henrique, os zagueiros Augusto, Renato Silveira e Genílson, os volantes Jorginho, Ilaílson e Jefferson Silva, os meias Arthur, Daniel Sobralense e Héricles, e os atacantes Robinho e Robinho Mota. O restante do time tricolor é formado por pratas da casa que estavam na equipe principal e outros jogadores que foram promovidos neste ano do sub-17 e sub-20. A ideia da cúpula coral é fazer uma avaliação do atual elenco que conta com 29 jogadores e trazer reforços pontuais que cheguem para vestir a camisa e ser titular durante o início de 2018.



 




A grande missão do Santa Cruz na montagem do elenco para foi a renovação do atacante Grafite até o fim desta temporada. Ele tinha decidido pendurar as chuteiras no final de 2017, mas depois de ser rebaixado pela terceira vez com a Cobra Coral (antes em 2001 e 2016), decidiu mudar os planos e continuar dentro de campo. O camisa 23 acertou os débitos que tinha com o clube e ganhará 10% da folha salarial para este ano, que gira em torno de R$ 200 mil.

 

Na beira do gramado, o Santa Cruz optou por confiar no trabalho do jovem treinador Júnior Rocha. Depois de cinco anos na Luverdense, em um clube de menor expressão no cenário nacional, ele é o responsável pela reconstrução do time tricolor visando o retorno para Série B, principal meta que o clube colocou para este ano. Mesmo sem a ambição de outros anos, a Cobra Coral jogará o Nordestão ciente da responsabilidade devido ao peso da camisa na Região.

 

O Santa Cruz também terá uma novidade em 2018 foram do campo. Depois de sete anos no comando do futebol, Constantino Júnior irá para primeira temporada – do triênio 2018-2020 – como presidente e apenas dirige à distância os trabalhos no departamento, que conta com o executivo Fred Gomes, o vice-presidente Felipe Rego Barros e os jovens diretores Allan Araújo, Felipe Alves e Fred Dias para tocar o carro-chefe do Tricolor do Arruda.

 





Caras novas

Expediente

07 de Janeiro de 2018

Diretoria

Laurindo Ferreira
Diretor de Redação do Jornal do Commercio
Maria Luiza Borges
Diretora de Conteúdos Digitais

Edição

Marcelo Pereira
Editor
Marcos Leandro
Editor
Thiago Wagner
Editor

Conteúdo

Davi Saboya
Concepção e reportagens
Diego Toscano
Concepção e reportagens
Heitor Nery
Concepção e reportagens
Luana Ponsoni
Concepção e reportagens
Vinícius Barros
Concepção e reportagens

JC Imagem

Arnaldo Carvalho
Editor executivo
Heudes Regis
Editor assistente

Edição de Vídeo

Victoria Gama

Design

Bruno Falcone Stamford
Editor de Artes
Karla Tenório
Editor Assistente de Artes
Moisés Falcão
Coordenador de Design Digital
George Oliveira
Design
Diego Feitoza
Front-End