Comer por lazer, prazer ou conforto


Por Mariana Mesquita

“Oferecemos descontos aos ciclistas na loja da Jaqueira”, diz Mayer [foto: Divulgação]


Comer, dizem os psicólogos, não é só se nutrir. A relação entre a comida e sentimentos como afeto, confiança, conforto, prazer se estabelece desde a infância, e à medida que crescemos, aprendemos que o alimento também serve como ponto de contato entre as pessoas: comemos quando brincamos, fechamos negócios, namoramos, encontramos amigos, comemoramos datas especiais... Por isso, ser escolhido como a marca mais lembrada no segmento de restaurantes tem, efetivamente, um sabor especial.

Os três primeiros colocados deste ano têm em comum uma dupla preocupação: aliar a tradição à inovação, conservando assim os clientes fiéis e atraindo novos consumidores. Todos apontam como diferencial o foco na qualidade, tanto no atendimento, como nos produtos em si. É o caso da Frisabor, empresa com 56 anos de mercado que virou sinônimo de sorvete para os pernambucanos. A Frisabor ganhou pela primeira vez o prêmio Recall de Marcas – simplesmente porque a categoria sorveteria foi criada apenas este ano.

Somente em 2013, a empresa ganhou outros quatro prêmios locais, demonstrando a excelência de seu serviço. “Ficamos muito felizes com o reconhecimento, e creditamos esse resultado à qualidade de nosso produto e às ações constantes de marketing”, conta Marcelo Mayer, sócio-diretor da Frisabor. Não por acaso, o slogan Inesquecível foi o escolhido para denominar a mais recente campanha da empresa: o termo remete à experiência de consumo dos sorvetes, às histórias vivenciadas dentro do ambiente das lojas.

Reafirmando a lembrança dos consumidores, a Pizzaria Atlântico e a China In Box venceram, novamente, nas categorias de pizzaria e restaurante de comida oriental. “Já faz alguns anos que nossa marca é a mais lembrada, e creio que isso acontece principalmente por causa dos clientes regulares, pelas coisas boas que eles associam a nós”, avalia o diretor de gestão e planejamento da Atlântico, Ivo Lira, que credita o sucesso à busca contínua por melhores serviços, consolidando a imagem positiva da marca. “Junto a isso, fazemos a manutenção da comunicação institucional através de diversas ações na TV, rádio e internet, com inserções de agradecimento aos clientes e buscando fazer com que eles vejam nossa pizzaria como primeira opção no segmento”, explica.

Na opinião de Mary Kaidei, diretora nacional de marketing do Grupo TrendFoods (proprietário das marcas China In Box, Gendai, Owan e Brevità), “quanto melhor atendemos, mais vendemos e mais pessoas lembram de nossa marca, quando o assunto é delivery de comida chinesa”. A empresa, fundada em São Paulo, começou a funcionar no Recife em 1995, quando sua primeira franquia local foi instalada. De lá para cá, cinco restaurantes foram abertos.

Sócio da franquia que atua nos bairros do Rosarinho e Caxangá, Álvaro Ribeiro reforça a ideia de que o bom desempenho da marca em Pernambuco se deve à busca constante pela qualidade. “Esse é um critério amplo, que passa pelo sabor, higiene, atendimento, rapidez nas entregas”, explica ele, para quem ser lembrado pela população é a maior recompensa pelo trabalho árduo realizado no dia a dia por todos os que fazem a empresa.

PATROCÍNIO
O marketing esportivo não é o foco prioritário de nenhuma das três empresas. No caso da China In Box, em nível nacional, a marca decidiu abrir mão de patrocinar diretamente eventos ligados ao futebol ou mesmo à Copa. Porém, no Recife, a China In Box vem realizando, há cerca de quatro anos, uma parceria de sucesso com a Rádio Jornal, patrocinando, junto com outras empresas, o programa Fórum Esportivo, que vai ao ar nas segundas-feiras à noite.

O programa é transmitido diretamente da unidade do Rosarinho, com resultados positivos para ambos os lados. “Temos liberdade para realizar algumas ações de marketing de forma independente”, explica Álvaro Ribeiro. A possibilidade de inovação inclui também os chamados pratos regionais, como no caso do clássico recifense macarrão chop suey, que é diferente do yakisoba padrão da rede.

Quanto à Fri-Sabor e à Pizzaria Atlântico, a plataforma de marketing voltada para o setor esportivo ainda não está consolidada. “Temos algumas ações isoladas, como os descontos oferecidos para o público de ciclistas que frequenta a nossa unidade da Jaqueira. O consumo de sorvete está muito ligado às atividades de lazer e de esporte”, comenta Marcelo Mayer.

As ações voltadas para 2014 estão em fase de planejamento, e deverão incluir a implementação de uma loja especial no novo Porto do Recife, próximo ao Marco Zero, onde vai funcionar o chamado Fan Fest da Fifa, espaço onde haverá exibição pública dos jogos e outros eventos relacionados à Copa. Também em 2014, deverá acontecer a expansão da marca (que hoje conta com seis lojas franqueadas e 12 próprias) para fora de Pernambuco, devendo atingir a Paraíba e o Rio Grande do Norte.

A Pizzaria Atlântico, por sua vez, além de fornecer apoio pontual a esportistas locais (caso de atletas de taek-won-do e karatê classificados em campeonatos fora do Estado, e também do Olinda Futebol Clube), está realizando uma preparação intensiva para a Copa. “São ações como produtos remetendo ao evento, brindes para os clientes, decoração das lojas. Mas o principal, a meu ver, é a preparação da equipe, que está sendo capacitada através de cursos de idiomas e treinamentos variados, para poder atender à demanda diferenciada e dar cara à Atlântico durante esse evento que, com certeza, vai parar o Brasil”, detalha Ivo Lira.

Entre as inovações realizadas, a Atlântico tem se destacado por seu novo sistema de opinião: estagiários de relações públicas, munidos de tablets, circulam nos salões dos restaurantes para medir, na hora, o grau de satisfação dos clientes, gerando a possibilidade de resposta imediata e a aferição diária do nível de satisfação obtido em cada unidade. “A proximidade com o cliente está na essência deste tipo de negócio, e é algo que não pode se perder”, justifica Ivo Lira.


Agências
Atlântico – Iris
China In Box – Babel Publicidade (nacional) e Aporte (local)
Fri-Sabor – Hagua